segunda-feira, 6 de julho de 2015

"Cheiro de renúncia no ar... " / Blog Aluizio Amorim

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/07/no-ar-o-indefectivel-cheiro-de-renuncia.html

segunda-feira, julho 06, 2015


NO AR O INDEFECTÍVEL CHEIRO DE RENÚNCIA OU IMPEACHMENT. A BOMBA-RELÓGIO FOI ACIONADA.

Enquanto os jornalistas penas alugadas do PT cuidam de transmitir o que diz Lula, o indigitado ex-presidente que não dá entrevista há cerca de dois anos, desde que explodiu o escândalo envolvendo sua amante Rosemary Noronha, a rádio-corredor com sucursais em todas as esferas federais vaza o que rola no breu das tocas. Dizem que Lula está arregimentando os MSTs, os black blocs e até os agitadores comandados pelo famigerado colunista da Folha de S. Paulo nas derradeira de salvar o PT. Espuma.

Segundo, o jornalista Reinaldo Azevedo, cresce o bochicho sobre a renúncia ou impeachment da Dilma. No caso presente, a crise política, econômica, moral e ética que já detonou o PT de fato caminha célere em direção ao âmago do poder.

Se for a renúncia, ato volitivo unilateral e que prescinde de processos e delongas jurídicas desgastantes, seria uma bênção para o Brasil. Um sopro de ânimo poderoso com influência imediata nos humores do mercado com o retorno da confiança dos agentes econômicos nacionais e internacionais e do próprio povo brasileiro.

Seja como for, uma coisa é certa: não dá para continuar como está nem a pau. O desfecho se aproxima.