domingo, 25 de outubro de 2015

Procurador Federal da Venezuela, Franklin Nieves, foge de seu país e conta, em vídeo, que foi forçado a forjar a condenação e prisão de Leopoldo Lopez, líder de oposição ao governo Maduro ...


domingo, outubro 25, 2015


EXTRA! PROCURADOR DA VENEZUELA QUE PEDIU CONDENAÇÃO DO LÍDER OPOSITOR LEOPOLDO LOPEZ ABANDONA O PAÍS E DENUNCIA QUE SOFREU PRESSÃO DA TIRANIA CHAVISTA. ACUSAÇÃO CONTRA LOPEZ FOI UMA MONTAGEM DOS ESBIRROS DO FORO DE SÃO PAULO.

O Procurador Federal Franklin Nieves, da Venezuela, a quem coube formular o pedido de condenação do líder oposicionista Leopoldo Lopez, preso pela polícia política do tiranete Nicolás Maduro sob a falsa acusação de estimular manifestações violentas contra o chavismo, divulgou um vídeo em que anuncia que abandonou o país e que foi obrigado à força, pressão e intimidação do governo a se tornar o algoz do líder opositor. 
Segundo o procurador, conforme se pode aferir neste vídeo acima, o processo contra Leopoldo Lopez foi uma montagem preparada pela ditadura bolivariana de Nicolás Maduro.
Em vista disso tudo, resolveu abandonar a Venezuela com sua família e já se encontra nos Estados Unidos, embora esta informação não tenha sido confirmada de acordo com o site Infobae. As mesmas informações também foram veiculadas pelo tradicional site de notícias La Patilla, da Venezuela.
Segundo consta, o Procurador Franklin Nieves promete gravar um novo vídeo detalhando o complô armado pela ditadura chavista que condenou Leopoldo Lopez a mais de 10 anos de prisão. Lopez está preso cumprindo pena na Prisão Militar de Ramo Verde.
SOB TORTURA NUMA SOLITÁRIA
Este vídeo é uma gravação exclusiva da CNN que mostra Leopoldo Lopez na sua cela solitária conversando pelas grandes do o ex-prefeito Daniel Ceballos, preso à época e que atualmente está em prisão domiciliar. Foi também preso pelo simples fato de fazer oposição à ditadura comunista bolivariana do tiranete Nicolás Maduro.

Matérias como esta são eventualmente veiculadas na imprensa brasileira como fatos normais e corriqueiros.Os jornalistas dos grandes jornais e redes de televisão em sua maioria são na verdade jagunços ideológicos do Foro de São Paulo.

Ou alguém já leu ou ouviu alguma matéria da grande mídia estabelecendo o nexo ideológico-político, ou seja, a vinculação de todas essas barbaridades, e esses crimes hediondos com o diabólico Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro em 1990, na capital paulista e que até hoje vem realizando encontros anuais ininterruptos? Em 2013 foi no Brasil. No ano passado na Bolívia e neste ano de 2015 na Cidade do México.

Lula é o chefe geral do Foro de São Paulo. 

Só por esse motivo o PT tem de ser proscrito. Não precisa prender o Lula e seus sequazes muito menos castigá-los. Basta apenas afastá-los da vida pública.

O maior mal que se abate sobre o Brasil neste momento é a existência dessa canalha comunista no poder, como está no poder também na Venezuela, na Argentina, no Uruguai, na Bolívia, em El Salvador e no Equador.

Esse psicopatas comunistas, que os jornalistas acoitam e lhes conferem notoriedade nos jornais e nas tevês, tratando-os como gente normal e com qualificação para comandar um país, são a origem de todo o mal que se abate sobre o continente latino-americano, centro-americano e Caribe.

E tem mais: os partidos de oposição no Brasil negligenciam esta realidade. Também eles continuam tratando como normal o fato de o Brasil estar sob o domínio desses criminosos.

Esta é a verdade! O resto é discurso de políticos pusilânimes!