quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Michael Jordan ganha 35 milhões reais em processo na Justiça e doa à 23 entidades de assistência à crianças em Chigago


ESPORTE

Jordan doa indenização de R$ 35 milhões à caridade
Ex-atleta processou duas redes de supermercado por usarem seu nome e imagem sem seu consentimento e ganhou a causa na Justiça
16/12/2015 às 16:06 - Atualizado em 16/12/2015 às 16:46

Michael Jordan durante evento de sua marca em Paris, com a Torre Eiffel ao fundo(VEJA.com/Getty Images)

O ex-jogador de basquete Michael Jordan, considerado uma lenda do esporte, ganhou um processo na justiça contra dois supermercados que usaram seu nome sem seu consentimento em anúnciosveiculados em 2009 na revista Sports Illustrated. Jordan anunciou nesta quarta-feira que a indenização de 8,9 milhões de dólares (cerca de 35 milhões de reais) obtida após a vitória na Justiça foi doada a 23 instituições de caridade que cuidam de crianças nos arredores de Chicago. As redes de supermercado Dominick's e Jewel-Osco utilizaram o nome do ex-atleta em propagandas, comemorando o fato de Jordan ter entrado para o Hall da Fama do basquete.

"Me preocupo profundamente com a cidade de Chicago e tenho recordações dos meus anos ali. As 23 instituições de caridade que eu elegi para que recebam minhas doações apoiam a saúde, educação e bem-estar das crianças de Chicago. Essa cidade me deu muito e eu quero devolver a essas crianças", afirmou o lendário camisa 23 do Chicago Bulls

A quantidade de instituições de caridades não foi escolhida por acaso. O número 23 foi usado por Jordan durante toda a carreira e eternizado na memória dos torcedores do Chicago Bulls, onde jogou no final da década de 1980 e em praticamente toda a década de 1990, faturando no total seis títulos da NBA e se consagrando como o maior ídolo da história do time.

LEIA TAMBÉM:


Par de tênis de Michael Jordan é leiloado por R$ 250.000

LeBron supera marca de Michael Jordan na NBA

Bilionário, Michael Jordan ganhou em um ano mais do que em toda a carreira na NBA

(Com Gazeta Press)
 - Atualizado em