sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

"Errei porque qui-lo ..." Lobista pede desculpas por depoimento falso na operação Lava Jato


BRASIL

Delator agora diz ter mentido a Moro e fala em 'ameaça velada'

Mudança de versão pode alterar a estratégia de defesa do ex-ministro José Dirceu
Renato Onofre, O Globo
O lobista Fernando Moura disse, nesta quinta-feira, ter mentido durante depoimento à Justiça do Paraná porque se sentiu ameaçado. Ele diz que um dia antes de falar ao juiz Sérgio Moro foi abordado por um desconhecido que questionou sobre sua família. O lobista afirmou que foi uma “ameaça velada". As idas e vindas na versão de Moura põe em risco a estratégia da defesa do ex-ministro José Dirceu, que ia usar a versão de Moura para de livrar de responsabilidade na escolha do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. Para a força tarefa da Lava-Jato, a credibilidade do depoimento do lobista está em xeque.
Lobista Fernando de Moura  (Foto: Geraldo Bubniak / O Globo)Lobista Fernando de Moura (Foto: Geraldo Bubniak / O Globo)

— Errei feio. Errei muito feio — disse ele, ao afirmar aos procuradores que havia mudado sua versão no depoimento a Moro:
— Todo o acordo de delação premiada que assinei integralmente está correto. Apesar de ter afirmado ao juiz Sérgio Moro que não tinha lido e assinado. Eu confirmo ele na íntegra.
O lobista voltou a ser ouvido na tarde de quinta pelo Ministério Público Federal em um procedimento de apuração de violação do acordo. Aos investigadores, Moura pediu desculpas por colocar a credibilidade da Lava-Jato em xeque.
Saiba mais