Postagem em destaque

Ferreira Gullar no blog de Ricardo Noblat

POEMA DA NOITE Traduzir-se Ferreira Gullar 04/12/2016 -  23h00 Uma parte de mim é todo mundo: outra parte é nin...

terça-feira, 10 de maio de 2016

O 40° Ministério (MST), Ministério dos Sem Tarefas, está trabalhando para o governo a troco de "mortandela" em rodovias do país...

10/05/2016 08h02 - Atualizado em 10/05/2016 12h51

Protestos contra o impeachment fecham vias em 16 estados e no DF 

Sistemas de transporte público também foram afetados.
Atos fazem parte de dia nacional de paralisação a favor de Dilma Rousseff.

Do G1, em São Paulo
Rodovia federal BR-230 na saída de João Pessoa foi interditada nos dois sentidos (Foto: Walter Paparazzo/G1)Rodovia federal BR-230 na saída de João Pessoa foi interditada nos dois sentidos (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Protestos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) atingiram rodovias, avenidas e sistemas de transportes públicos em 16 estados e no Distrito Federal na manhã desta terça-feira (10). No Senado, a votação sobre a continuidade do processo para afastar a presidente está prevista para esta quarta-feira (11).
Além do Distrito Federal, os atos ocorreram nos seguintes estados: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo. Em 10 deles e no DF, os protestos já foram encerrados.
As manifestações são lideradas por movimentos sociais e sindicatos.
Veja a situação em cada estado:
Protesto bloqueou rodovia BA-093 na manhã desta terça (Foto: Divulgação/Bahia Norte)Protesto bloqueou rodovia BA-093 
(Foto: Divulgação/Bahia Norte)
BAHIA
Os protestos atingem três pontos da avenida Suburbana, em Salvador, rodovidas estaduais federais. Próximo à cidade de Candeias, na BA-523, há bloqueio na via com queima de objetos.
Também havia protesto, até por volta das 8h, na Avenida Henry Ford, que liga a BA-535, a Via Parafuso ao Polo Petroquímico, em Camaçari; na BA-093, também em Camaçari; e na BA 528, em Vista Alegre, em Salvador
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na altura do km 592 da BR-324, um grupo de manifestantes colocou objetos incendiados na pista para impedir a passagem de veículos, no sentido Feira de Santana. Segundo informações da PRF, o grupo deixou o local após dar início ao fogo. Na altura do km 527, um protesto bloqueia parte da via no sentido Salvador. A situação também deixa o trânsito lento no local.
Desde as 5h, cerca de 200 pessoas fecharam a BR-101, sentido Itabuna, no sul da Bahia, e Buerarema, na saída de Itabuna.

Em Chorozinho, a BR-116 ficou interditada nos dois sentidos devido a protestos (Foto: Divulgação/PRF-CE)Em Chorozinho, a BR-116 ficou interditada 
(Foto: Divulgação/PRF-CE)
CEARÁ
Servidores públicos começaram, por volta das 9h20, a fechar a Avenida Pontes Vieira, em Fortaleza, no cruzamento com a Avenida Desembargador Moreira, próximo a Assembleia Legislativa do Estado. As atividades são coordenadas pela Frente Brasil Popular Ceará.
Membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) bloquearam pela manhã trecho da BR-116, no município de Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza. Eles protestaram contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e também por reforma agrária. A PRF informou ao G1 que a via foi liberada por volta das 10h30.

Bloqueio feito por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em trecho da BR-070 no Distrito Federal nesta terça-feira (10); grupo faz ato de apoio à presidente Dilma Rousseff (Foto: TV Globo/Reprodução)Bloqueio feito pelo MST em trecho da BR-070
(Foto: TV Globo/Reprodução)
DISTRITO FEDERAL
Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) fecharam trechos das BRs 020 e 070.
Na BR-020, o ato ocorreu no DVO, dentro da região administrativa de Planaltina. Faixas foram usadas pelos manifestantes com mensagens em alusão à “jornada de lutas pela democracia”. Às 8h20, os dois sentidos da via estavam liberados.
Na BR-070, o protesto aconteceu depois do posto da Polícia Rodoviária Federal e perto da divisa com Goiás. A interdição ocorreu em ambos os lados da via, mas o sentido Goiás da rodovia foi liberado por volta das 8h15.

ESPÍRITO SANTO
Protestos contra o impeachment fecharam duas vias do Espírito Santo. As manifestações aconteceram no Centro de Vitória, em frente ao Palácio Anchieta, e no km 7,9, da BR-262, em Viana.
Os atos são chamados "contra o golpismo, o retrocesso e a retirada de direitos". Na BR-262, o protesto começou às 4h30 e terminou às 8h12. Já no Centro de Vitória começou às 6h e terminou por volta das 8h40.
Pelo menos três jornalistas foram agredidos durante o ato no Centro de Vitória(veja o vídeo acima). De acordo com a Secretaria de Segurança, o homem, que deu socos e pontapés nos profissionais, foi identificado e será levado para a delegacia.
Outro manifestante, ligado ao Sindicato dos Portuários, é suspeito de tentar jogar um rojão de escala 4 em um dos jornalistas. Ele foi preso em flagrante.

Manifestantes bloqueiam trânsito na avenida Beira-Mar, em São Luís (MA) (Foto: Danilo Quixaba)Manifestantes bloqueiam trânsito na avenida
Beira-Mar (Foto: Danilo Quixaba)
MARANHÃO
Manifestante realizaram ato na avenida Beira-Mar, região central de São Luís na manhã desta terça-feira. Cerca de 30 manifestantes bloquearam o trânsito parcialmente, em intervalos de 10 minutos, no trecho próximo ao Mercado do Peixe. O trânsito ficou congestionado nas avenidas Senador Vitorino Freite, rua do Egito e em outras vias de acesso à avenida Beira-Mar.
O protesto terminou por volta das 10h. Ele foi convocado pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, com apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Maranhão.

BR-135, em Buenópolis, permace interditada. (Foto: Polícia Militar/Divulgação)BR-135, em Buenópolis, permanece interditada
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
MINAS GERAIS
Manifestantes interditaram o trânsito nas BRs-135, em Buenópolis, e 251, em Padre Carvalho na manhã desta terça. Integrantes do MST e dos Geraizeiros participaram do protesto em defesa do governo Dilma.
O trânsito na BR-251 chegou a ser fechado nos dois sentidos. Após cerca de três horas de protesto, a via foi liberada. A PRF informou que cerca de 30 pessoas participaram. Os manifestantes não informaram o número de participantes.
Já a BR-135 permanecia interditada até por volta de 10h30.
Integrantes do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro-MG) fazem umamanifestação em frente à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O ato terminou por volta de 9h. A Polícia Militar (PM) falou em 60 manifestantes, e o sindicato, em 200 participantes.
Integrantes da Frente Brasil Popular Minas fizeram uma manifestação no km 611 da BR-040, perto do trevo de Congonhas, na Região Central de Minas Gerais. Entre 6h30 e 7h30, eles bloquearam os dois sentidos da via e queimaram pneus. Cerca de 200 pessoas participaram do ato. O tráfego foi normalizado por volta das 8h15.

Manifestantes interditam rodovia BR-010 com barricada. Protesto é contra o impeachment de Dilma Rousseff (Foto: Ascom/PRF)Ato interdita rodovia BR-010 com barricada.
(Foto: Ascom/PRF)
PARÁ
Manifestantes a favor de Dilma interditaram estradas no Pará. Segundo a PRF, cerca de 100 manifestantes com bandeiras do MST e outros movimentos sociais bloquearam a BR-010 no km 259, na Vila Tramontana, em Aurora do Pará, nordeste do Pará.
Os manifestantes fizeram barricadas e atearam fogo em pneus e paus para impedir a apssagem de veículos na via. por volta de 9h, e encerraram às 12h.
Outra interdição ocorreu nesta manhã na BR-316, no km 69, em frente à Secretaria da Fazenda, em Castanhal, nordeste do Pará.

Manifestantes fecharam a entrada de uma das empresas de ônibus de transporte público em João Pessoa, nesta terça-feira (10) (Foto: Walter Paparazzo/G1)Manifestantes fecharam a entrada de uma empresa
de ônibus (Foto: Walter Paparazzo/G1)
PARAÍBA
Manifestantes fecharam a garagem de uma das empresas de ônibus de transporte público no bairro do José Américo, em João Pessoa, bloquearam um trecho da BR-230, nos dois sentidos da rodovia federal, que liga a capital paraibana ao interior do estado, e interditaram as linhas de trens nas estações da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em João Pessoa e em Santa Rita. A via Acesso Oeste, em João Pessoa, também foi bloqueada.
Além dos bloqueios nos transportes, está prevista a paralisação por cerca de uma hora nos bancos de João Pessoa, principalmente nas agência localizadas na Avenida Epitácio Pessoa.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, em Campina Grande duas rodovias federais foram interditadas. Na BR-230 os manifestantes fecharam a entrada e saída para o litoral paraibano, próximo a avenida Brasília. Outro ponto fechado foi na BR-104, na saída de Campina Grande para o Brejo paraibano.

Calçadão da VX de Novembro amanhece com balões pró-governo Dilma Rousseff (PT) (Foto: Elisane Frank/ Arquivo pessoal)Calçadão da VX de Novembro amanhece com balões 
(Foto: Elisane Frank/ Arquivo pessoal)
PARANÁ
Em Curitiba, manifestantes colocarambalões em formato de coração no calçadão da XV de Novembro, com a frase "fica, querida". Participaram do ato professores da rede estadual de ensino, servidores públicos e trabalhadores da construção civil ligados à Frente Brasil Popular.
Em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, integrantes do Movimento Sem Terra se concentram em frente à Hidrelétrica de Itaipu. A estimativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é 200 manifestantes. Os organizadores do movimento calculam 500 pessoas.

Manifestantes queimaram pneus, deixando rodovia interditada (Foto: Reprodução/WhatsApp)Manifestantes queimaram pneus em Jabotão de
Guararapes (Foto: Reprodução/WhatsApp)
PERNAMBUCO
Protestos organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) contra o impeachment estão interditando as estradas de Pernambuco ao longo da manhã. Depois de ocupar os dois sentidos da BR-101 Sul, em Jaboatão dos Guararapes, manifestantes do movimento coordenam ato na BR-101 Norte, em Goiana, Zona da Mata. Às 11h, a PRF informou que a situação foi normalizada.
Também houve manifestação na BR-232, no município de Pesqueira, no Agreste, mas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a via foi liberada às 9h20. A Polícia Militar contabilizou 100 manifestantes no local.

Manifestantes também se reuniram em Caruaru, Agreste de Pernambuco. O ato foi organizado pela "Frente Brasil Popular" e reuniu mil pessoas, segundo a organização - a Polícia Militar contabilizou 200 participantes.
Além do MST, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) decidiu paralisar as atividades e prevê uma passeata a partir das 16h desta terça, no Recife. O movimento dos servidores tirou de circulação os trens das linhas Cajueiro Seco-Cabo de Santo Agostinho e Cajueiro Seco-Curado, em Jaboatão dos Guararapes.

Integrantes do MST interditaram a BR-316 em Picos (Foto: Josimar Santos)Integrantes do MST interditaram a BR-316
(Foto: Josimar Santos)
PIAUÍ
Pelo menos três trechos de rodovias federais que cortam o Piauí foram bloqueados por manifestantes nesta manhã. Os protestos foram registrados nas BRs 316 e 343 nas cidades de Teresina, Amarante e Picos, as duas últimas cidades no Sul do estado.
Na capital, o trecho que foi interditado fica entre Teresina e Demerval Lobão e é organizado pela Frente Brasil Popular. Os atos são organizados por movimentos sociais que são contra o impeachment.

 RIO DE JANEIRO
A Rodovia Rio-Santos foi totalmente fechada às 6h30 desta terça-feira (10) na altura de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio.
O grupo ateou fogo em pneus, e uma grande cortina de fumaça era observada por volta das 7h, atrapalhando a visibilidade dos motoristas que passavam pelo local. De acordo com a PRF, cerca de 30 pessoas estavam no local. A via ficou interditada cerca de 20 minutos antes da liberação.

Motoristas e cobradores não deixaram as garagens das empresas e ônibus não circularam na manhã desta terça em Natal (Foto: Wendell Jefferson)Motoristas não deixaram as garagens em Natal
(Foto: Wendell Jefferson)
RIO GRANDE DO NORTE
A terça-feira amanheceu sem ônibus em Natal. Motoristas e cobradores aderiram à paralisação nacional convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTT) e não saíram das garagens.
Às 9h10, por meio de uma rede social, a Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) informou que os ônibus começaram a circular.
No campus central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, na Zona Sul da cidade, um grupo de manifestantes ateou fogo em pneus. As chamas obstruíram o tráfego de veículos e impediram a entrada na instituição às margens da BR-101. Às 9h, a Polícia Rodoviária Federal informou que o trânsito de veículos fluía normalmente na BR-101, no trecho que corta Natal.

Protesto do MST em rodovia gaúcha nesta terça (Foto: PRF/Divulgação)Protesto do MST em rodovia gaúcha
(Foto: PRF/Divulgação)
RIO GRANDE DO SUL
Diversas rodovias do estado foram palco de protestos e bloqueios na manhã desta terça-feira. A maioria está na Região Metropolitana de Porto Alegre.
Manifestantes bloquearam pontos da BR-116, em Sapucaia do Sul e em Caxias do Sul, na Serra, na ERS-040, em Viamão, na BR-290, em Eldorado do Sul, na BR-293, em Hulha Negra, na Campanha, e na BR-285, em São Borja, na Fronteira Oeste.
Na ERS-040 o bloqueio provocou congestionamento e houve início um princípio de tumulto entre manifestantes e motociclistas. A Brigada Militar foi acionada e controla a situação no local.

RONDÔNIA
Manifestantes do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB) juntamente com a Frente Brasil Popular (FPB) Rondônia bloquearam a BR-364 na saída de Candeias do Jamari, distante 20 quilômetros de Porto Velho. Segundo organizadores, aproximadamente 150 pessoas estão mobilizadas na BR-364.


Protesto no trevo da BR-282 com a BR-158 em Maravilha (Foto: PRF/Divulgação)Protesto no trevo da BR-282 (Foto: PRF/Divulgação)
SANTA CATARINA
Integrantes do MST promovem interdições de rodovias federais no Oeste de Santa Catarina e no Vale do Itajaí na manhã desta terça, segundo a PRF.
Um dos bloqueios ocorre em Irani, no Oeste, onde cerca de 10 ônibus com manifestantes estão no cruzamento da BR-153 com a BR-282 desde as 9h30.  Agricultores familiares do Oeste também iniciaram um manifesto por volta das 9h desta terça em Maravilha, no entroncamento entre a BR-158 e a BR-282.
Outro ponto de interdição é o cruzamento entre a BR-116 e a BR-470, em São Cristóvão do Sul, no Vale do Itajaí, informou a PRF. A expectativa do movimento é estender o bloqueio até as 16h.


SÃO PAULO
Na região metropolitana, manifestações travaram marginais, a Avenida 23 de Maio e o acesso ao aeroporto de Cumbica. 
No início da manhã, a pista expressa Marginal Pinheiros foi bloqueada no sentido Rodovia Castello Branco, perto da Ponte João Dias. Antes, o grupo ocupava também a pista local, sentido Castello Branco.
A Marginal Tietê também foi bloqueada entre as pontes Tatuapé e Aricanduva, no sentido Ayrton Senna. A marginal foi liberada às 8h.
No início da manhã, manifestantes bloquearam as duas pistas da Avenida 23 de Maio, no Centro de São Paulo, perto do Terminal Bandeira. A situação foi normalizada às 8h.
Outra manifestação bloqueou a Rodovia Helio Schmidt, na altura do km 2, pista que vai da Rodovia Dutra para o Aeroporto de Internacional de Guarulhos. Por volta de 8h, o trecho foi liberado.
Em Campinas, manifestantes bloquearam por cerca de 10 minutos a Rodovia Zeferino Vaz(SP-332) por volta das 6h15, na altura do cruzamento da via com a Avenida Theodureto de Almeida Camargo. As faixas um e dois ficaram interditadas, mas foram liberadas por agentes de trânsito.
tópicos: