Postagem em destaque

Ferreira Gullar no blog de Ricardo Noblat

POEMA DA NOITE Traduzir-se Ferreira Gullar 04/12/2016 -  23h00 Uma parte de mim é todo mundo: outra parte é nin...

sexta-feira, 3 de junho de 2016

"Informações mortais" > Lula está em mal lençóis com delação de Leo Pinheiro, da OAS / CristalVox

lula ESBAGAÇADO

Teori Zavaski ameaçado, vai prender Lula!

Tudo o que você já “leu e ouviu falar” sobre o envolvimento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva na Lava Jato é “conto de carochinha”,  diante das revelações de Leo Pinheiro, Presidente da OAS,  aos Delegados da Polícia Federal e aos Procuradores da República.  Não ficará “pedra sobre pedra”.
O sítio de Atibaia é o que se pode chamar “de arroz na cárie de um dente”, diante da magnitude que representam os “movimentos”  de Lula quando presidente e após sua saída do Planalto. Usando o cargo para obtenção de vantagens pessoais  e comprometendo irresponsavelmente as finanças do BNDEs para beneficiar “velhos companheiros, principalmente ditadores da pior espécie na América e na África”, que  de forma “carinhosa devolviam “os favores” como “mimos” milionários e não republicanos,  atuação “típica” da ORCRIM BOLIVARIANA!
Lula, definitivamente está no “pior do mundos”. Sem a proteção do “foro privilegiado”,  sem dinheiro público para se “MOVIMENTAR” e vendo os “velhos amigos” , ou recolhidos a masmorras ou deixando claro que fogem de  um “leproso”, ELE, lula,  ouvirá do “japonês da federal”  a pior das notícias que já recebeu: O SENHOR ESTÁ PRESO!
Os jornais Globo e Extra tratam do assunto nesta quinta, 02 de maio.

“O ex-presidente da OAS José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, forneceu informações que comprometem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a procuradores da Operação Lava-Jato que atuam em Brasília. Nas palavras de uma pessoa que participa das tratativas, as denúncias de Pinheiro são “mortais” para o petista, segundo informação publicada pela coluna “Radar”, da Veja, e confirmada pelo GLOBO. O empreiteiro negocia um acordo de delação premiada, que ainda não foi firmado.
Léo Pinheiro começou a discutir um acordo de delação com procuradores de Curitiba no início do ano, mas a negociação não avançou. As informações prometidas pelo empreiteiro não interessaram à força-tarefa naquele momento. Em novas tratativas, agora com procuradores de Brasília, as conversas evoluíram a ponto de o acordo ficar próximo de ser firmado.
No entanto, Léo Pinheiro ainda não prestou nenhum depoimento formal referente à delação. Fontes ouvidas pelo GLOBO estimam que as negociações devem se prolongar por mais três meses. O empreiteiro também deve falar sobre as mensagens telefônicas encontradas em seu celular, inclusive as conversas com o presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha. Léo Pinheiro já foi condenado a 16 anos e quatro meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Ele recorre da decisão em liberdade, enquanto é monitorado por tornozeleira eletrônica.
Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/informacoes-de-leo-pinheiro-podem-ser-mortais-para-lula-19421261.html#ixzz4AR0ajlH9