Postagem em destaque

A Câmara Federal votou a favor da CORRUPÇÃO...nesta madurgada

quarta-feira, novembro 30, 2016 VERGONHOSO E INFAME: DEPUTADOS PROMOVEM UM GOLPE CONTRA A NAÇÃO BRASILEIRA. Clique sobre...

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Notícias terríveis de Brasília na coluna de Cláudio Humberto / Diário do Poder

Resultado de imagem para logo da coluna de claudio humberto

02 DE AGOSTO DE 2016
Petistas ilustres afirmam que o ex-presidente Lula cogita de novo sair do Brasil e pedir asilo a um país “amigo”. A decisão de denunciar o juiz Sérgio Moro à ONU faz parte da estratégia de buscar “solidariedade internacional” contra a “perseguição das elites”. A família prefere viver na Itália, onde sua mulher Marisa e os filhos já têm cidadania. Lula tenta agora estreitar relações com o primeiro-ministro italiano Matteo Renzi, que disse admirá-lo e o recebeu em almoço em junho de 2015.
  •  
  •  
  •  
A decisão de Sérgio Moro de soltar o casal João Santana foi vista no PT como mau sinal: pode precipitar o impeachment e a prisão de Lula.
  •  
  •  
  •  
Lula foi alertado que a delação de João Santana e Mônica Moura compromete profundamente Dilma e sobretudo Lula.
  •  
  •  
  •  
Amigos mais sensatos avisaram a Lula sua saída do Brasil pode ser interpretada como fuga, o que o deixaria sujeito a caçada da Interpol.
  •  
  •  
  •  
Lula poderia escolher Bolívia, Cuba, Equador, Venezuela ou Uruguai, governados por “amigos”, mas ele prefere, é claro, a Europa.

O atual prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), foi “poste simultâneo” do PSDB e PT, ao receber o apoio do tucano Aécio Neves e do petista Fernando Pimentel, atual governador. Oito anos depois, pela “bola sete” da popularidade, Lacerda lançou o próprio “poste” para concorrer à sua sucessão: como ele no início, o engenheiro Paulo Brant é um desconhecido do eleitor: tem 1% das intenções de voto.
  •  
  •  
  •  
Agora, o prefeito Márcio Lacerda, que já não tinha o PT, ficou sem o PSDB também. Está só, pendurado na brocha e desfalcado.
  •  
  •  
  •  
Parte do PSB de BH já apoia o candidato do PSDB, João Leite, e na vizinha Contagem, o PSB de Lacerda apoiará o candidato do PSDB.
  •  
  •  
  •  
Em Contagem, o candidato estreante Alex de Freitas (PSDB) recebeu toda a cúpula do PSB em seu palanque, neste final de semana.
  •  
  •  
  •  
Fontes policiais suspeitam da crescente influência, na política do Nordeste, do grupo criminoso que controla presídios. Eles tentam lavar dinheiro investindo em transporte coletivo, de linhas legalizadas.
  •  
  •  
  •  
Irmão do ministro Geddel Vieira, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB) critica a pressão de parlamentares por cargo no governo. “O Congresso é terrível. Fica todo mundo pressionando”, afirma.
  •  
  •  
  •  
O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que deve ser reeleito, deve disputar o governo da Bahia em 2018, varrendo o PT do comando político do Estado. Neto também pode virar vice em chapa presidencial.
  •  
  •  
  •  
Está prontinho da silva o devastador relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) reiterando o impeachment. Metódico, organizado, o relator o concluiu nesta segunda-feira (1º), ao meio-dia.
  •  
  •  
  •  
Os bastidores da Câmara já se movimenta em torno da sucessão de Rodrigo Maia, em fevereiro do próximo ano. O líder do PMDB, Baleia Rossi (SP), do grupo de Michel Temer, é candidatíssimo.
  •  
  •  
  •  
A Câmara se recusa a fornecer o endereço de Eduardo Cunha, que se mudou para apartamento de 200 metros na Asa Sul. Diz que não fornece endereço pessoal dos deputados. Mas a moradia é funcional.
  •  
  •  
  •  
Avança a apuração desvios milionários no Banco do Nordeste. O Ministério Público Federal avalia denunciar o envolvimento do deputado José Guimarães (PT-CE), que controlava o banco na era petista.
  •  
  •  
  •  
O deputado Paulinho da Força (SD-SP) acredita que o governo enfrentará problemas em votações neste semestre. "O governo não se desfaz dos petistas", diz. Para piorar, tenta isolar o centrão.
  •  
  •  
  •  
Arremesso de Peso é aquela modalidade esportiva que os senadores estão prestes a praticar, no julgamento de Dilma?
  •  
  •  
  •