Postagem em destaque

Slow Motion Bossa Nova - Celso Fonseca & Ronaldo Bastos

Encante-se ...!

sábado, 4 de junho de 2016

sexta-feira, 3 de junho de 2016

100 captadores de recursos da Lei Rouanet dos últimos 10 anos serão investigados pela Lava Jato

sexta-feira, junho 03, 2016


OPERAÇÃO LAVA JATO INVESTIGA OS 100 MAIORES BENEFICIÁRIOS DA LEI ROUANET

A força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba quer avançar agora sobre o financiamento de iniciativas culturais do país por meio da Lei Rouanet. O delegado da Polícia Federal Eduardo Mauat encaminhou ofício ao Ministério da Transparência Fiscalização e Controle solicitando detalhes sobre os 100 maiores recebedores/captadores de recursos via Lei Rouanet nos últimos dez anos.
O pedido da PF foi enviado na última segunda-feira a Fabiano Silveira, que até aquele dia ainda ocupava a cadeira de ministro da Transparência - ele caiu após a divulgação de áudio em que aparece orientando investigados da Lava Jato.
A Lei Rouanet foi criada no governo Fernando Collor, em 1991. A legislação permite a captação de recursos para projetos culturais por meio de incentivos fiscais para as empresas e pessoas físicas. Na prática, a Lei Rouanet permite, por exemplo, que uma empresa privada direcione parte do dinheiro que iria gastar com impostos para financiar propostas aprovadas pelo Ministério da Cultura para receber recursos.
O delegado da PF pede ao Ministério da Transparência que detalhe os valores recebidos pelos 100 maiores beneficiários naquele período discriminando a origem (Fundo Nacional de Cultura ou Fundos de Investimento Cultural e Artístico), os responsáveis por aprovar a liberação de verbas e também se houve prestação de contas dos projetos aprovados.
O pedido do delegado da Lava Jato foi feito no inquérito principal da operação, aberto em 2013 para investigar quatro grupos de doleiros e que acabou revelando um grande esquema de corrupção na Petrobras e em outras estatais e áreas do governo federal envolvendo as maiores empreiteiras do país.
Na solicitação, o delegado não informa quais as suspeitas que estão sendo apuradas ou mesmo qual a linha de investigação que possa envolver iniciativas que captaram recursos via Lei Rouanet. O Ministério da Cultura informou apenas que não foi procurado pela PF. Do site de Veja

A Suíça faz referendo para salário básico e único para todos... DW

Suíços votam sobre salário básico para todos http://flip.it/n-H0i

EUROPA

Suíços votam sobre salário básico para todos

Plebiscito decide se Estado pagará mensalmente mais de 2,2 mil euros a cidadãos, independentemente de trabalharem. Políticos de todos os partidos do país são contra.
Schweizer Franken
É possível que na Suíça, em um futuro próximo, o trabalho seja algo apenas para quem tiver vontade, porque todos vão ganhar dinheiro, mesmo ficando em casa, sendo pobre ou milionário. Neste domingo (05/06), os suíços vão às urnas votar em um plebiscito sobre a renda básica universal.
A ideia não é inteiramente nova. "A solução para acabar com a pobreza é uma renda garantida", disse Martin Luther King. Em 1967, o economista austríaco Friedrich August von Hayek teve a ideia de "uma determinada renda mínima para todos aqueles que são incapazes de suprirem a si próprios."
Na Suíça, o economista e psicólogo Daniel Straub retomou o tema. Em 2012, ele publicou, junto com Christian Müller, o livro Die Befreiung der Schweiz - Über das bedingungslose Grundeinkommen (A libertação da Suíça - sobre a renda básica incondicional, em tradução livre).
Utopia ou visão do futuro?
"Isso seria uma mudança de paradigma. A renda básica incondicional dá a todos a base para uma vida plena", argumenta Daniel Straub, em entrevista à DW. O presidente da iniciativa suíça, que trabalhou anteriormente na IBM, está convencido de que, com a medida, as pessoas vão se tornar mais produtivas e criativas. "As pessoas perderiam a pressão de terem de se sustentar", argumenta.
Caso a ideia seja aprovada, seria necessária uma emenda constitucional, segundo Straub. A iniciativa propõe o pagamento de 2,5 mil francos suíços como renda básica. Isso equivale a 2.250 euros ou 2.442 dólares.
Daniel Straub
Daniel Straub aposta na renda universal como um projeto para o futuro
O governo suíço e todos os partidos do país rejeitam a iniciativa. Eles criticam que a ideia seria nociva, perigosa e impossível de ser financiada. Eles consideram também haver riscos em relação à imigração, aumento de impostos para o financiamento, assim como a perda de produtos e serviços, caso muitas pessoas não se prontifiquem a trabalhar, já que não terão mais que fazê-lo para custear a própria subsistência.
Institutos de pesquisa realizaram sondagens indicando que a esmagadora maioria dos cidadãos suíços afirma que continuará trabalhando, apesar de receber a renda básica. Apenas 2% responderam negativamente, enquanto 54% dos entrevistados disseram que iriam usar a renda extra para se aperfeiçoarem profissionalmente. Da mesma forma, muitos disseram que iriam dedicar mais tempo à família.
Projeto a longo prazo
Há sete anos, a iniciativa vem se preparando para o plebiscito. Straub afirma que, até certo ponto, pode entender seus críticos. Dez anos atrás, ele também teria dito que a ideia não é possível de ser financiada.
"Vemos isso como um projeto a longo prazo. A votação é apenas um passo", afirma Straub. Ele está confiante. Para ele, a iniciativa de promoção da renda básica é um processo político para o qual são necessários muitos anos: "Todas as vozes devem ser ouvidas, só assim ele é verdadeiramente democrático."
Para ilustrar seu ponto de vista, Straub recorda um debate em que esteve, onde um jovem desafiou os críticos a delinearem sua visão para o futuro e explicarem como eles reagiriam à perda de postos de trabalho devido à quarta revolução industrial. A resposta foi o silêncio.
"Não é uma revolução com a qual queremos abolir o sistema atual. A economia de mercado tem muitas vantagens", ressalta Daniel Straub. "Mas é hora de ajustar o sistema, desenvolvê-lo e partir para a próxima etapa."

LEIA MAIS

"Informações mortais" > Lula está em mal lençóis com delação de Leo Pinheiro, da OAS / CristalVox

lula ESBAGAÇADO

Teori Zavaski ameaçado, vai prender Lula!

Tudo o que você já “leu e ouviu falar” sobre o envolvimento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva na Lava Jato é “conto de carochinha”,  diante das revelações de Leo Pinheiro, Presidente da OAS,  aos Delegados da Polícia Federal e aos Procuradores da República.  Não ficará “pedra sobre pedra”.
O sítio de Atibaia é o que se pode chamar “de arroz na cárie de um dente”, diante da magnitude que representam os “movimentos”  de Lula quando presidente e após sua saída do Planalto. Usando o cargo para obtenção de vantagens pessoais  e comprometendo irresponsavelmente as finanças do BNDEs para beneficiar “velhos companheiros, principalmente ditadores da pior espécie na América e na África”, que  de forma “carinhosa devolviam “os favores” como “mimos” milionários e não republicanos,  atuação “típica” da ORCRIM BOLIVARIANA!
Lula, definitivamente está no “pior do mundos”. Sem a proteção do “foro privilegiado”,  sem dinheiro público para se “MOVIMENTAR” e vendo os “velhos amigos” , ou recolhidos a masmorras ou deixando claro que fogem de  um “leproso”, ELE, lula,  ouvirá do “japonês da federal”  a pior das notícias que já recebeu: O SENHOR ESTÁ PRESO!
Os jornais Globo e Extra tratam do assunto nesta quinta, 02 de maio.

“O ex-presidente da OAS José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, forneceu informações que comprometem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a procuradores da Operação Lava-Jato que atuam em Brasília. Nas palavras de uma pessoa que participa das tratativas, as denúncias de Pinheiro são “mortais” para o petista, segundo informação publicada pela coluna “Radar”, da Veja, e confirmada pelo GLOBO. O empreiteiro negocia um acordo de delação premiada, que ainda não foi firmado.
Léo Pinheiro começou a discutir um acordo de delação com procuradores de Curitiba no início do ano, mas a negociação não avançou. As informações prometidas pelo empreiteiro não interessaram à força-tarefa naquele momento. Em novas tratativas, agora com procuradores de Brasília, as conversas evoluíram a ponto de o acordo ficar próximo de ser firmado.
No entanto, Léo Pinheiro ainda não prestou nenhum depoimento formal referente à delação. Fontes ouvidas pelo GLOBO estimam que as negociações devem se prolongar por mais três meses. O empreiteiro também deve falar sobre as mensagens telefônicas encontradas em seu celular, inclusive as conversas com o presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha. Léo Pinheiro já foi condenado a 16 anos e quatro meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Ele recorre da decisão em liberdade, enquanto é monitorado por tornozeleira eletrônica.
Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/informacoes-de-leo-pinheiro-podem-ser-mortais-para-lula-19421261.html#ixzz4AR0ajlH9

Humor de Amarildo...

HUMOR

A charge de Amarildo

  •  
Charge (Foto: Amarildo)

"Em vez ditaduras, temos democracia imperfeitas" / Mario Vargas Llosa

“Em vez de ditaduras, temos democracias imperfeitas”


O romancista Mario Vargas Llosa, criador de obras-­primas como “Conversa na catedral”, “A guerra do fim do mundo” e “Tia Júlia e o escrevinhador”, é um dos maiores escritores da atualidade. Pela excelência de sua literatura, ganhou o Prêmio Nobel. Em suas palestras, no entanto – como as que deu no Brasil na semana passada, no ciclo “Fronteiras do Pensamento” e num evento do Instituto Palavra Aberta –, o autor fala pouco de seus romances. Llosa se tornou um intelectual engajado. Suas causas são a liberdade e a democracia. O bom combate leva o autor peruano, que mora em Londres, a viajar pelo mundo. No giro mais recente, antes de vir ao Brasil, Llosa esteve na Argentina e no Chile. Ele está otimista com a América Latina, incluindo o Brasil. Llosa acha que nossa democracia sairá fortalecida, e não enfraquecida, do segundo processo de impeachment em menos de 30 anos. “O movimento popular que surgiu no Brasil é de melhoramento das instituições”, afirma.
Época – O impeachment da presidente Dilma Rousseff representa uma ameaça à democracia, como diz o governo brasileiro?
Mario Vargas Llosa – Não creio que a democracia brasileira esteja ameaçada. Ao contrário. O que está ocorrendo pode representar um fortalecimento da democracia no Brasil.
Época – Por quê?
Llosa – O movimento popular que surgiu no Brasil é um movimento anticorrupção, de purificação da democracia, de melhoramento das instituições. E, sobretudo, de repúdio à ideia de que chegar ao poder seja um pretexto para enriquecer usando meios ilegais. Esse movimento mostra que havia mais corrupção do que parecia no Brasil, e rechaça a prática. A corrupção, em toda a América Latina, é uma gangrena contra as instituições democráticas.
Época – O senhor vive em Londres. Como os europeus veem a situação atual do Brasil?
Llosa – A ideia de que há um golpe em curso no Brasil é o argumento principal da presidente Dilma Rousseff. Mas não acho que seja possível levar essa ideia a sério. Minha impressão é que estão sendo cumpridos todos os passos estabelecidos pela legalidade brasileira. Se houver impeachment, como parece que haverá, ele se dará estritamente dentro da moldura legal, que assim sai fortalecida. Creio que, se há uma ameaça à legalidade brasileira, essa ameaça está na corrupção, que cria um desencanto muito grande com as instituições democráticas.
Época – Outro assunto muito discutido no país, além da corrupção, é a derrocada econômica, que está na raiz do processo de impeachment.
Llosa – Espero que o impeachment, se ocorrer, sirva como um aviso para evitar a desonestidade nos cargos públicos, mas não apenas isso. É preciso evitar também as políticas fiscalmente irresponsáveis. Creio que a irresponsabilidade, que é o populismo, está muito ligada à corrupção.
Época – Qual a relação entre corrupção e irresponsabilidade fiscal?
Llosa – O populismo serve para ocultar, para disfarçar as transgressões da lei. Eu acredito que as duas coisas, populismo e corrupção, andam sempre juntas.
Época  Como avalia a derrota da presidente Cristina Kirchner na Argentina?
Llosa – Também vejo o caso argentino com muito otimismo. A Argentina estava indo em direção ao abismo. Seus governantes haviam comprado, pelo menos retoricamente, o “socialismo do século XXI” da Venezuela. Cristina foi uma entusiasta de Hugo Chávez e do chavismo. Sabemos aonde conduz o “socialismo do século XXI”. A Venezuela está à beira do abismo, o país está literalmente se desfazendo. Lá existe fome, faltam todos os artigos de primeira necessidade, remédios, alimentos, há uma inflação que é a mais alta do mundo, há uma escalada vertiginosa da violência. A Argentina estava nesse caminho. Tudo o que havia fracassado no resto do mundo estava sendo aplicado na Argentina pelo casal Kirchner. Por sorte, houve uma rea­ção contra o populismo na Argentina, civilizada e eleitoral. Macri está indo bem num primeiro momento. Está pegando o touro pelos chifres, como se diz na Espanha, fazendo as reformas necessárias.
Época – Essas reformas não são dolorosas demais para a população?
Llosa – Claro que o populismo sempre tem um custo, um custo alto, e quem paga é sempre o povo. Mas a culpa pelas reformas que Macri tem de fazer é do próprio populismo, que manejou o dinheiro público de maneira completamente irresponsável, demagógica, aumentando o gasto fiscal de maneira vertiginosa. Apesar do custo, essa mudança é bastante positiva e há indícios de que vá trazer muitos benefícios ao país. A Argentina é um país com recursos enormes. Se os investimentos vierem, como espera o governo, creio que a inflação será controlada e se poderá gerar emprego.
Época – Há dois tipos de governos de esquerda na América Latina. No Peru e no Chile, há responsabilidade fiscal e respeito às regras democráticas. Já no Equador, na Venezuela e na Bolívia – e na Argentina até recentemente –, o modelo é diferente. Por que isso acontece?
Llosa – Isso ocorre porque países como Equador, Venezuela e Bolívia são governados por mandatários que têm uma inclinação muito forte ao populismo. Mas minha impressão é que há uma reação na América Latina contra o populismo. Formou-se uma consciência de que o populismo significa sacrificar o futuro em troca de um presente que é muito efêmero. E o custo é sempre muito alto, principalmente para os mais pobres, que não têm como se defender de uma inflação alta, por exemplo. Minha visão da América Latina não é 100% otimista, porque na América Latina sempre podem ocorrer catástrofes. Mas tenho a impressão de que se compararmos a América Latina atual com a de 30 anos atrás há um progresso considerável. No passado tínhamos ditaduras militares e revoluções armadas. Agora temos democracias imperfeitas, mas que podem ser corrigidas.

"Informações mortais",,,

http://cristalvox.com/teori-zavaski-ameacado-vai-prender-lula/

quinta-feira, 2 de junho de 2016

O Comunismo vai "comendo pelas beiradas" e impondo sua intenção de alcançar o poder no planeta... Veja o vídeio

quinta-feira, junho 02, 2016


IMIGRAÇÃO EM MASSA TRAÇADA PELA UNIÃO EUROPÉIA E ONU VISA DESTRUIR A CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL

ATENÇÃO: CLIQUE EM FERRAMENTAS NO VÍDEO PARA DEFINIR LEGENDAS EM PORTUGUÊS, BEM COMO EM OUTROS IDIOMAS.
Conforme prometi em post anterior vou iniciar uma série de postagens de matérias em textos e também em vídeos a respeito da do levante comunista contra a civilização ocidental por meio do manejo da imigração em massa que vem acontecendo na Europa e avançará sobre todos os países ocidentais. 
Essa invasão começou já há bastante tempo, mesmo antes da queda do Muro de Berlim e do esfacelamento da ex-URSS. Mas notem que se tornou sistemática e em alta escala a partir da denominada ‘globalização’e a criação do blocos econômicos, que começou justamente com a União Européia. 
Sintomático é o fato de a ALCA - Área de Livre Comércio das Américas, liderada pelos Estados Unidos e que reuniria os países do Alasca aos confins gelados da America do Sul, foi abortada pelo movimento comunista. Isto por causa da liderança e do poder dos Estados Unidos. Esta, aliás, é a única alternativa para brecar a destruição da civilização ocidental.
O vídeo que ilustra este post é do excelente site This Is Europa, que oferece um extraordinário estoque de informações que inclui além dos vídeos reportagens em texto. Pena que todo esse material é oferecido apenas em inglês, embora alguns vídeos ofereçam alternativa de legendas em praticamente todos os idiomas. Vale a pena conferir.
Mesmo assim, e na medida do possível, farei algumas postagens desse material como o vídeo acima que possui a alternativa de tradução automática por meio de legendas em português e na maioria dos idiomas mais falados no mundo. Mesmo que a tradução automática não seja muito boa, já ajuda a entender o conteúdo dos vídeos.
Aproveito a oportunidade de sugerir ao ótimo site brasileiro “Tradutores de Direita”, que dêem uma olhada no acervo do site "This is Europa" e se for possível traduzam aquele material mais urgente de forma a levar ao público de idioma português o acesso a essas preciosas informações, mormente escamoteadas pela grande mídia. Claro, a grande mídia  é o principal aparelho de difusão da ‘engenharia social’ desenvolvida pela União Europeia e a ONU. O viés prático de aplicação desse redesenho do mundo que visa o esfacelamento dos pilares da civilização ocidental se dá, nesta primeira fase, por meio dos ditames do “pensamento politicamente correto”. 
Portanto, este assunto não é apenas importante. Ele é vital para a manutenção da civilização ocidental. Em outras palavras isto quer dizer: a manutenção das liberdades civis e o direito individual. 
Na verdade, o mundo já vive uma guerra global, mas de viés diferente das guerras convencionais. No lugar da violência física é utilizada uma violência incruenta que consiste na aplicação sistemática de lavagem cerebral em massa.
O único antídoto possível para barrar essa guerra global é a informação. Como a grande mídia está sob o domínio absoluto dos “engenheiros sociais” da União Europeia e da ONU, a salvação da civilização ocidental será possível por meio da internet, ou seja das redes sociais e dos sites e blogs independentes.
JORNALISMO CRIMINOSO
Recomendo muito que compartilhem amplamente esta postagem. Viralizem em todas as redes sociais. Isto não é brincadeira e muito menos 'teoria da conspiração'. Isso é um fato, ou seja, uma verdade incontestável.
Para concluir deve-se assinalar que entre os poucos líderes de alcance global que têm denunciado essa barbaridade que é a imigração em massa é o candidato republicano Donald Trump. Não é à toa que venha sendo atacado criminosamente pela grande imprensa nacional de internacional e mesmo assim tem tudo para vencer a eleição presidencial americana.
Portanto, prestem bem a atenção nisso. Você que está lendo este post verá que não leu uma linha sequer da grande mídia que não seja para atacar, ridiculalizar e menosprezar Donald Trump. Entretanto, ele continua no topo das pesquisas. Os americanos, principalmente a classe média, já sentiram o cheiro de carne queimada há muito tempo. Sabem que levar a imoral Hillary Clinton à presidência é o mesmo que fazer uma aliança com satanás. 
Saibam que vocês estão sendo enganados impiedosamente pela canalhada da grande mídia nacional e internacional. São os jornalistas bundalelês acumpliciados com a camorra comunista os principais difusores dessa mentirada, dessa lavagem cerebral sorrateira e criminosa cujo objetivo é o assassínio em massa dos cidadãos/cidadãs ocidentais.

O Brasil parece um país cheio de leis que não funcionam... para os bandidos, assassinos, pedófilos e marginais distintos...

DISSIDENTE DO MTST DE BOULOS OPERA EM BRASÍLIA E RESPONDE A INQUÉRITO SOB ACUSAÇÃO DE EXTORQUIR 'MORTADELAS'

Líder do grupo de dissidente do MTST, Edson Francisco da Silva, responde a inquérito sob acusação de extorquir dinheiro dos integrantes do movimento que fundou em Brasília. Foto: DP
Líder do grupo que permanece no prédio onde funcionou o Torre Palace Hotel, no Eixo Monumental, transformado em uma cracolândia vertical no Centro de Brasília, Edson Francisco da Silva, responde a inquérito sob a acusação de extorquir dinheiro de integrantes do tal “Movimento de Resistência Popular” (MRP), que fundou. Na invasão do prédio, estão ainda duas crianças e oito adultos, segundo a Polícia Militar.
De acordo com a investigação, Edson exigia que os participantes do “MRP” repassassem a ele um percentual dos R$600 que eram pagos às famílias,  pelo governo do Distrito Federal, a título de auxílio aluguel.
Cercados pela polícia os invasores começaram a atear fogo no prédio em que haviam invadido. Foto: DP
Ele foi preso temporariamente em dezembro de 2015, em uma operação que aprendeu armas de fogo, munição, R$ 26 mil e um automóvel Toyota Corola 2015. A Polícia acredita que Edson Francisco da Silva é o dono do automóvel, pois as prestações do carro venciam logo após o pagamento do auxílio aluguel às famílias.
O MRP foi fundado por Edson no ano passado, depois que ele foi expulso do MTST, o Movimento do Trabalhadores Sem Teto, liderado por Guilherme Boulos, do qual também foi fundador, nos anos 90, em São Paulo. Ele cobrava R$ 50 por mês dos participantes do movimento. Do site Diário do Poder

Amarildo e Chico Caruso... / Charges

Humor


  • Charge (Foto: Amarildo)
  • Charge (Foto: Chico Caruso)
  • Charge (Foto: Amarildo)
  • Charge (Foto: Chico Caruso)

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Máquina do Esporte / edição 512 ; Novas mídias levam esporte a dobrar de faturamento em 7 anos

Novas mídias levam esporte a d obrar de faturamento em 7 anos
OFERECIMENTO QUARTA-FEIRA, 1º DE JUNHO DE 2016 
US$ 2,6 bi é o quanto ESPN e Turner vão pagar por ano à NBA pelo novo contrato de mídia da competição NÚMERO DO DIA EDIÇÃO • 512 

POR ERICH BETING 
A mudança no meio de consumo de informação causada pelo advento das novas mídias, como as redes sociais e os dispositivos móveis, levou a um salto de arrecadação no esporte histórico na indústria do esporte desde 2010. Essa é parte da conclusão que se chega em estudo divulgado pela Repucom sobre as tendências da indústria do esporte nos próximos anos tendo como base o que ocorreu recentemente. Segundo o levantamento, desde 2010 os gastos com a indústria do esporte foram de US$ 35 bilhões e devem chegar a US$ 62,2 bi no ano que vem. Os novos contratos de mídia e valores cada vez mais altos de patrocínio são os motivos que levam a esse crescimento. Com as novas mídias, as empresas de televisão tem no entretenimento ao vivo a forma de reter melhor o fã. Isso as leva a investir mais em direitos de transmissão. O melhor exemplo disso é a NBA, que viu uma valorização de 186% nos contratos de mídia, que entram em vigor a partir de 2017. Outro fator que leva ao incremento de receita é a tecnologia, com os fantasy games e os próprios games gerando uma receita cada vez maior para o esporte. O estudo diz ainda que a rela- ção entre marcas e esporte deve incrementar nos próximos anos, e que, por conta da fragmentação do consumo de informação, será preciso criar relacionamentos mais sólidos e de melhor qualidade, em que a entrega de inovação por meio do esporte deve ser a maior tendência nesse mercado. Isso levará à sofisticação do cálculo de retorno sobre o investimento, que exigirá novas estratégias de mensuração do gasto. Com mais dinheiro, a tendência é de que a indústria esportiva veja também uma melhoria na governança das entidades. A revolução que atravessa a Fifa é a melhor indicação de que esse deve vir a ser o caminho para um esporte cada vez mais profissionalizado.

PM dissolve manifestação de ativistas profissionais do MTST em São Paulo

quarta-feira, 1 de junho de 2016

PM dissolve, prende e expulsa ativistas lulopetistas que invadiram escritório da Presidência em SP

A ativista lulopetista do MTST foi imobilizada depois de enfrentar a PM.


A Polícia Militar atirou bombas durante o protesto de ativistas lulopetistas do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) que invadiram o prédio da Presidência da República em São Paulo, na Avenida Paulista, na tarde desta quarta-feira. Segundo os manifestantes, o ato é contra o governo do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB).]

Os ativistas lulopetistas não tentaram nada parecido antes e nem invadiram quando foi revelado o escândalo de Rosemary Noronha, que era chefe do escritório paulista. 

Cinco quadrilheiros foram presos. 

A confusão começou por volta de 16h30 na esquina da Avenida Paulista com a Rua Haddock Lobo, quando a polícia foi prender um manifestante. O homem, que faz parte do MTST, foi abordado após soltar rojões. Outros manifestantes foram atrás para tentar evitar a detenção. Houve tumulto e a polícia usou bombas de gás e spray de pimenta para dispersar a multidão. Os manifestantes derrubaram uma guarita móvel da PM. Além dos detidos, a PM também apreendeu uma mochila com rojões.

O PT falando de Ética é uma atitude surreal...

AS INACREDITÁVEIS PREOCUPAÇÕES ÉTICAS DO PT

por Percival Puggina. Artigo publicado em 

 Contando não se acredita. O Partido dos Trabalhadores, esse mesmo cujo governo proporcionou os maiores escândalos da vida republicana, com dois tesoureiros presos e algumas de suas maiores lideranças encarceiradas ou sob investigação, está muito impressionado com os desvios éticos do governo Temer. A angústia petista em preservar o bom nome das instituições brasileiras levou o partido a formalizar uma série de denúncias à Comissão de Ética da Presidência.
Assim, por exemplo, o ex-ministro José Eduardo Cardozo denunciou o atual Advogado -Geral da União, Medina Osório, por haver aberto uma sindicância contra ele, Cardozo, devido à sua atuação nitidamente partidária e de legalidade duvidosa na defesa da presidente Dilma Rousseff durante os atos iniciais de seu impeachment. O deputado petista Afonso Florence denunciou como antiético o fato de deputados e senadores que votaram a favor da tramitação do processo contra a presidente Dilma haverem assumido ministérios do governo imediatamente após seu afastamento. Essa lista envolve uma dúzia de ministros cuja conduta, ao assumirem posições no governo, feriu a sensibilidade moral do seu acusador.
A bancada petista, por sua vez, questiona a Comissão de Ética da Presidência a respeito do ministro José Serra. O PT considera reprovável o fato de o novo ministro haver instruído as representações do Brasil no exterior a tratarem do tema impeachment com base em crime de responsabilidade, sem falarem em “golpe”... Para a “ética” petista, o fato de sua presidente haver trombeteado ao mundo que estava sendo vítima de um golpe, atingindo, com isso, o Tribunal de Contas da União, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal, não envolve deslize ético. Tampouco vê o PT crime de traição no fato de Dilma haver solicitado a organismos internacionais sanções contra o Brasil e, por decorrência, contra o povo brasileiro. Ao mesmo tempo, os rufiões do Tesouro Nacional, das estatais e dos fundos de pensão, consideram gravíssimo afirmar que sua "presidenta" foi afastada por crime de responsabilidade, em conformidade com a Constituição.