sexta-feira, 28 de abril de 2017

Agora são mais de 14 milhões de desempregados, diz IBGE / vEJA


Desemprego atinge recorde de 14,2 milhões de pessoas, diz IBGE

A taxa de desemprego subiu a 13,7%, o maior valor desde o início da série histórica deste indicador, inciada em 2012

O número de desempregados no país atingiu 14,2 milhões de pessoas no trimestre encerrado em março, um novo recorde, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.  O número é 1,8 milhão maior que o verificado no trimestre anterior e 3,1 milhões superior ao registrado no mesmo trimestre de 2016. O total de desempregados é o maior desde o início da série histórica desse indicador, em 2012.
O IBGE considera como desempregado as pessoas que buscam, mas não conseguem, ocupação formal. Essa taxa de desocupação foi estimada em 13,7%, e representa a porcentagem da população em condições de trabalhar que não conseguiu emprego. Esse índice também bateu recorde nos três meses encerrados em março deste ano, e era de 12% no trimestre encerrado em dezembro, e de 10,9% entre janeiro e março de 2016.


NOTÍCIAS SOBRE